Notícia

Empreendedorismo na crise

terça, 12 de maio de 2020
Empresa pato-branquense não se deixa contaminar pela crise e busca soluções tecnológicas para ajudar no enfrentamento da Covid-19

Quem chega para atendimento na UPA em Pato Branco passa pela porta única de acesso. São dezenas, talvez mais de uma centena de pessoas todos os dias, passando pelo local que antes precisavam acionar a porta com as mãos e dedos no sensor, para acessar a área interna dos consultórios médicos na UPA. Graças ao empreendedorismo da empresa Eletron Travas isso não é necessário. A empresa desenvolveu um sistema eletromecânico que dispensa o contato físico dos pacientes e profissionais de saúde com a porta para entrar e sair na UPA.

Uma solução eficaz nestes tempos de Corona Vírus. Ildenir Miguel de Oliveira, e sua esposa Tatiana Biolchi, atuam há 14 anos no mercado com a produção de travas para portas de vans e ônibus. A empresa utilizou a tecnologia que já dispõe na atividade principal e desenvolveu o projeto utilizando um sensor de presença que permite o acionamento eletromecânico da porta, como ocorre nas vans de transporte escolar e ônibus. “A gente percebeu que com a chegada da pandemia, tínhamos que fazer algo para ajudar, e resolveu empreender buscando soluções para o cotidiano”, destacou Ildenir. O equipamento deverá ser patenteado após a fase de testes para ganhar o mercado nacional e internacional. Os proprietários da empresa revelam que foi uma forma de enfrentar o momento com otimismo e olhar voltado para o futuro.

Nova fase

A empresa está iniciando uma nova fase no Parque Tecnológico de Pato Branco. O Secretário de Desenvolvimento Tecnológico da cidade, Geri Natalino Dutra, destacou que as empresas locais têm essa característica de força empreendedora. “Assim como a Eletron Travas, Pato branco tem grandes exemplos de empreendedorismo na área de tecnologia no Parque Tecnológico, permitindo o enfrentamento da atual crise com otimismo e visão para o futuro”. Para lideranças empresariais, é preciso exemplos assim em momentos de crise. Luiz Antunes, contabilista em Pato Branco e membro do Conselho Superior da Associação Empresarial, destaca que “esperar pela crise na inércia pode custar caro para as empresas” e é preciso empreender. A Eletron Travas disponibilizou o projeto gratuitamente para a upa em Pato Branco.

Fonte: Jornal de Beltrão